Filme-navalha

Não é por acaso que passagens e colagens de Histoire(s) do Cinéma são reaproveitadas em Imagem e Palavra. Muda, entretanto, o sentido: se naquele projeto levado a cabo por Jean-Luc Godard entre 1988 e 1998 havia (também) a preocupação de ressaltar certa pluralidade e erigir uma rica contra-história do cinema, agora esse friccionar serve mais para […]

Adiante, rumo a 1989.

À caça do próximo romance, preenchi cadernos, tive ideias “geniais” (que evaporaram sem deixar rastro), retomei e abandonei velhos projetos, e agora acho que encontrei a coisa certa, no momento certo. Como entreguei Eufrates para a editora em dezembro de 2017, acho que já estava na hora de parar com esse tateio e agarrar algo […]

Pynchon: links

No decorrer dos anos, tenho escrito um bocado sobre vários dos livros de Thomas Pynchon. Abaixo, os links. Resenhei Vício Inerente para O Globo em dezembro de 2010. Leia AQUI. Voltei ao mesmo livro em 2015 e desovei mais alguns parágrafos a respeito dele AQUI. Falei sobre O Arco-Íris da Gravidade para a Rádio Batuta […]

Fome(s)

1. JR¹ é o segundo e premiado romance de William Gaddis. Lançado em 1975, vinte anos após sua estreia com o soberbo The Recognitions², é uma sátira selvagemente engraçada da América corporativa (“what America’s all about”, dizem vários personagens no decorrer do livro) e também uma reflexão pungente sobre o (não-)lugar do artista no mundo contemporâneo. […]

Noite e dia

Um pequeno trecho de ABAIXO DO PARAÍSO (Rocco, 2016) Quando se aproximava do trevo de Anápolis, o distrito industrial à direita e a cidade à esquerda, Cristiano pensou em Brasília, no que fizera (nada) e no que vira (muito) por lá. Dois modos de se situar na cidade, ou de confrontá-la. Não saberia dizer qual […]

Histórias sobre histórias

Versão estendida de uma resenha publicada n’O Popular. A voz do outro está aí desde sempre. Nós é que muitas vezes não nos dispomos a ouvi-la. Ela fala com a gente nas ruas e também por meio dos livros, dos filmes, da música etc. Basta prestar atenção. Com isso em mente, sugiro que atentemos para […]

Traduções

Mais dois livros que traduzi chegam às livrarias por esses dias: Lixo – Como a sujeira dos outros molda a nossa vida, de Theodore Dalrymple, e o soberbo Os Deuses da Revolução, de Christopher Dawson. Ambos são lançamentos da É Realizações. Dalrymple propõe uma reflexão cáustica e invulgar sobre a sujeira que espalhamos por aí […]