“Eufrates”

Em novembro de 2017, coloquei o ponto final em Eufrates, meu sexto romance, e enviei os originais para a editora José Olympio. No momento, o livro já se encontra em produção, isto é, diagramação, revisão das provas, a capa (como se poder ver acima) já foi definida, e a previsão é de que chegue às livrarias ainda […]

A faca de Dalrymple

Traduzi o formidável A Faca Entrou, de Theodore Dalrymple, para a É Realizações. O livro conta com prefácio de Martim Vasques da Cunha e chegará às livrarias no começo do próximo mês, mas já se encontra em pré-venda no site da editora. No dia 11 de abril, às 20 horas, Dalrymple fará uma palestra na […]

Nobel para Fux

Texto e entrevista publicados no Blog da Editora Record. Finalmente aconteceu. Após anos de protestos, apelos e polêmicas, após uma infinidade de escolhas questionáveis ou francamente equivocadas, a Academia Sueca finalmente colocou a cabeça no lugar e agraciou o escritor mineiro Jacques Fux com o Nobel de Literatura – ao menos para efeitos de ficção. […]

“Nós”

Entrevista cedida a Bruna Marquezan para a revista NÓS. Seu primeiro romance, Hoje está um dia morto, tem como pano de fundo o suicídio, tema esse que também aparece em Terra de casas vazias. Em algumas de suas entrevistas, você atrela essa abordagem ao grande número de suicídios cometidos em Silvânia durante sua adolescência. Em […]

“Dias Vazios” no Cinesesc

Muito feliz que a primeira sessão paulistana do filme baseado em meu romance Hoje está um dia morto seja no Cinesesc. Em 1997, na primeira vez que vim a São Paulo, vi o levíssimo e solar Gritos e Sussurros nessa sala. Sessão inesquecível por diversos motivos. E agora vão exibir algo umbilicalmente ligado a mim.