‘Os Cantos’, de Ezra Pound

A partir de hoje, e paulatinamente, passo a coligir neste espaço notas e informações sobre Os Cantos, de Ezra Pound. A ideia é que isso sirva a outros leitores de primeira viagem, em especial àqueles que não são fluentes em inglês e, portanto, não têm acesso à extensa bibliografia existente sobre a obra.

Minhas fontes principais são o site The Cantos Project e o clássico A Companion to The Cantos of Ezra Pound (Berkeley/Los Angeles/Londres: University of California Press, 1980), de Carroll F. Terrell (tenho esse livro em PDF; quem quiser, é só pedir). Outras fontes serão devidamente citadas no decorrer da leitura.

As edições de que disponho da obra de Pound são Os Cantos (tradução: José Lino Grünewald. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2002), única disponível em nosso português até o momento, e The Cantos (Nova York: New Directions, 1986). A tradução de Grünewald foi reimpressa diversas vezes, inclusive em formatos de bolso, e pode ser facilmente encontrada por aí.

Farei um post sobre cada Canto, e vou atualizar os links conforme a leitura avançar. Os posts também serão atualizados sempre que necessário, com revisões, correções, mais informações e coisas do tipo. Logo, quaisquer sugestões e correções são e serão muito bem-vindas. A ideia é escrever sobre três Cantos por semana, em média (às vezes mais, às vezes menos), de tal forma que a empreitada se prolongará por uns bons meses. É isso.

Tempus loquenditempus tacendi.

 

Sumário

 

UM ESQUEMA DE XXX CANTOS (1930)

ONZE NOVOS CANTOS (1934)

A QUINTA DÉCADA DOS CANTOS XLII-LI (1937)

CANTOS LII-LXXI (1940)

OS CANTOS PISANOS LXXIV-LXXXIV (1948)

SEÇÃO: PERFURATRIZ DE ROCHAS DE LOS CANTARES LXXXV-XCV (1955)

TRONOS DE LOS CANTARES XCVI-CIX (1959)

ESBOÇOS & FRAGMENTOS DOS CANTOS CX-CXVII (1969)