“Penélope”

Penélopecapa

“Penélope veio subindo pela Cardoso de Almeida e então dobrou à direita na Bartira. Ela tinha descido do ônibus dois quarteirões abaixo, um pouco antes da esquina com a Homem de Mello, o trajeto sem sobressaltos desde a Paulista. No ônibus, ao passar pelo túnel sob a Consolação, ela fechara os olhos e imaginara uma onda gigante os acertando em cheio, as janelas se rompendo, o ônibus girando e girando debaixo d’água, sons de ferros retorcidos, mas as pessoas ali dentro seguiam tranquilas, sentadas ou em pé, enquanto a água invadia tudo e as fazia flutuar. Devia ser sempre assim quando chove, pensava. São Paulo submersa. O mundo submarino da Paulistânia. Já não é assim, de certa forma? Estamos todos afogados.”

Trecho de Penélope, um conto.
É o segundo lançado pela coleção Formas Breves, organizada por Carlos Henrique Schroeder e lançada pela E-Galáxia.
PARA COMPRAR Penélope em formato eletrônico e por uma pechincha, basta escolher a loja de sua preferência: AmazonLivraria CulturaApple Store, Google Play, iba ou Saraiva.