Conexões etc.

Às quintas.

::: A banda bostoniana Dropkick Murphys lança 11 Short Stories of Pain & Glory, seu nono álbum de estúdio, no dia seis de janeiro. Entre as faixas, além de Blood, há uma regravação bacaníssima de You’ll never walk alone.

::: Fim de ano é tempo de listas (sacarei as minhas em breve) e, em se tratando de livros, Suplemento Pernambuco, Amálgama e o Bunker do Dio já publicaram as suas. Meu Abaixo do Paraíso foi lembrado em uma delas.

::: João Cezar de Castro Rocha resenhou Machado, de Silviano Santiago, para a Folha. E, n’O Globo, há ESTA boa entrevista com o autor.

::: Scorsese sobre como palavras e imagens já não significam porcaria nenhuma por aí.

::: Téa Obreht escreve um belo artigo na New Yorker sobre o grande David Attenborough.

::: Ainda na New Yorker, Anthony Lane sobre os cem anos recém-completados por Kirk Douglas.

::: Michael Wood escreve sobre o esplendoroso Napoleão, de Abel Gance, para a London Review of Books.

::: Para terminar, mudando completamente de assunto, foi logo na Carta Capital que encontrei um bom texto sobre a polêmica reforma da previdência proposta pelo governo Temer. É assinado por Marcos de Aguiar Villas-Bôas.